segunda-feira, 7 de maio de 2012

"A Rainha Branca" (Philippa Gregory): OPINIÃO!

Em "A Rainha Branca" vamos conhecer Isabel Woodville - filha de Jacquetta e Sir Ricardo Grey (crítica d' "A Senhora dos Rios" aqui).

Depois de ter ficado viúva de Sir João Grey e com dois filhos pequenos a seu cargo (Tomás e Ricardo Grey), Isabel Woodville procura a ajuda do Rei Eduardo IV na tentativa de reaver as suas propriedades.

É na sequência deste primeiro contacto que vai começar a história de amor entre Isabel e Eduardo.

Embora os conselheiros do Rei já tenham em vista possíveis futuras esposas para o Rei Eduardo IV, este apaixona-se perdidamente por Isabel Woodville e casa-se com ela sem autorização.

Assim, Isabel Woodville torna-se a Rainha Branca de Inglaterra (Branca por associação à Rosa Branca da Casa Iorque à qual pertence o seu marido - o Rei Eduardo IV). 

Neste "A Rainha Branca" vamos assistir a guerras entre primos das Casas Iorque e Lencastre que continuam a lutar pelo trono.

Mas vamos também assistir a traições dentro da Casa Iorque: o Rei Eduardo IV tem dois irmãos: Jorge, Duque de Clarence e Ricardo, Duque de Iorque, sendo que Ricardo também cobiça o trono de Inglaterra.

Quando Isabel Woodville engravida e tem dois filhos homens de Eduardo IV (os Príncipes Eduardo e Ricardo) o trono de Inglaterra fica garantido.

Só que ambições e traições levam a que hajam acontecimentos surpreendentes no que toca aos Príncipes levando a que as guerras pelo trono de Inglaterra continuem.

É neste cenário que Isabel - A Rainha Branca - se vê envolta: longe do marido o Rei Eduardo IV por este andar a combater e preocupada com os seus Príncipes.

"A Rainha Branca" vai muito além do que refiro nesta crítica porque encerra nuances e jogos e reviravoltas que não desvendo para não quebrar o mistério, mas mais uma vez posso dizer que a autora Philippa Gregory traça um retrato intenso e real de uma época marcada pela ambição e disputas, ao mesmo tempo que nos dá a conhecer a personalidade forte de uma mulher - Isabel Woodville - que teve de aprender a ser Rainha e que teve de descobrir por si própria em quem podia ou não confiar.

CLASSIFICAÇÃO: 5. Muito Bom!


7 comentários:

Jojo disse...

Ai Diana já tinha vontade de ler este livro mas, agora é impossível resistir:)

Diana Barbosa disse...

Jojo tens de ler :)

Mas antes deste lê "A senhora dos rios" se ainda não leste porque é sobre a mãe da Rainha Branca :)

Jojo disse...

Eu pensava que A senhora dos rios era depois das Rainhas como saiu por último. Obrigada pela ajuda:)

Diana Barbosa disse...

Jojo cá em portugal é tudo editado fora de ordem lol.

pelas datas da acção dos 3 livros é pela ordem que eu te disse :)

Jojo disse...

Muito obrigada Diana:D!

Diana Barbosa disse...

De nada Jojo :)

AvoGI disse...

estou a ler e a gostar claro
kis .;=)