segunda-feira, 19 de março de 2012

"A Senhora dos Rios" (Philippa Gregory): OPINIÃO!

Philippa Gregory faz-nos viajar para pleno século XV com mestria e paixão e dá-nos a conhecer intrigas, lutas, ganâncias e traições.

Jacquetta, descendente da linhagem de Melusina, possui fortes poderes e visões do que sucederá e, embora por vezes não consiga interpretar claramente certos sinais o certo é que todos se cumprem.

Ao casar com João Duque de Bedford vai ascender socialmente e enredar-se nos mistérios da corte do jovem monarca Henrique VI. Ficando viúva, Jacquetta perde-se de amores pelo fiel escudeiro do seu falecido marido - Ricardo Woodville.

Não temendo perder o seu título de Duquesa e casando por amor sem autorização, é através dos olhos de Jacquetta Woodville que vamos ficar a conhecer personagens que ambicionam o trono e vamos partir para uma sequência de lutas e guerras entre a Casa de Lencastre e de Iorque: os primos do rei lançam-se em disputas pelo trono e desencadeiam a Guerra das Rosas (Rosa Vermelha dos Lencastre e Rosa Branca dos Iorque), também conhecida como a Guerra dos Primos.

Com sabedoria, Philippa Gregory transporta-nos para a vida pessoal de Jacquetta que, pela sua ligação ao jovem rei (por parte do seu falecido marido que era tio de Henrique VI) nos traça uma visão única dos acontecimentos no reino.

Confidente da Rainha Margarida de Anjou que casou com Henrique VI, Jacquetta consegue dar-nos uma visão real e completa dos sucessivos acontecimentos resultantes da disputa pelo trono de Inglaterra.

Sendo uma descendente dos Lencastre, Margarida de Anjou vai revelar uma personalidade lutadora e será muitas vezes a instigadora de disputas com os Iorque, nomeadamente, Ricardo Duque de Iorque e primo do Rei.

Muitas vezes revoltada com a permissividade do rei e com a sua excessiva capacidade de perdoar, a Rainha toma as rédeas dos acontecimentos para que o trono não passe para as mãos dos Iorque.

A escrita da autora é soberba tal é a forma como envolve o seu leitor e o transporta para as intrigas da corte, ao mesmo tempo que lhe dá a conhecer amores e ódios, lealdades e interesses.

A narrativa de Philippa Gregory faz o seu leitor prisioneiro de uma forma absolutamente deliciosa.

Escrito de forma brilhante, "A Senhora dos Rios" dá-nos uma visão real de importantes acontecimentos históricos, ao mesmo tempo que comove o leitor pela abordagem tão pessoal que faz das personagens.

Philippa Gregory faz um retrato intenso do período que ficou conhecido como a Guerra das Rosas e despertou em mim a vontade de ler "A Rainha Branca" para assim ficar a conhecer a história da primeira filha de Jacquetta e Ricardo Woodville - Isabel Woodville que ascenderá ao trono de Inglaterra e será coroada rainha.

CLASSIFICAÇÃO: 6. Excelente!

11 comentários:

catherine disse...

Encontrei esse livro por 12€ e comprei logo porque já me tinha piscado o olho, mas faz parte de uma trilogia, certo? bjinhos e boas leituras **

Diana Barbosa disse...

Olá catherine

fizeste bem em comprar porque o livro é excelente :)

sim faz parte de uma trilogia sobre a Guerra das Rosas e deves ler pela seguinte ordem:

- A Senhora dos Rios
- A Rainha Branca
- A Rainha Vermelha

Embora este "A Senhora dos Rios" tenha sido o 3º a sair a ordem cronológica é aquela que te disse atrás :)

Boas leituras.

catherine disse...

Hummm... Então ainda bem... :) Obrigada pela dica. **

Diana Barbosa disse...

De nada :)

Aqui em Portugal publicam-se os livros fora de ordem mas lê pela ordem que te disse :)

Até porque "A Senhora dos Rios" é sobre a mãe daquela que será "A Rainha Branca" :D

Diana Barbosa disse...

De nada :)

Aqui em Portugal publicam-se os livros fora de ordem mas lê pela ordem que te disse :)

Até porque "A Senhora dos Rios" é sobre a mãe daquela que será "A Rainha Branca" :D

Ash disse...

Eu também fiquei à espera para ler em sequência.
Estou a gostar muito!! :)

Diana Barbosa disse...

Excelente livro Ash :)

Esta autora já me conquistou!

tangerina disse...

A autora conquistou-me mas a tradução não.Nem parece a mesma tradutora de Catarina de Aragão, a princesa determinada!

Diana Barbosa disse...

Pois por vezes as traduções deixam a desejar mas apesar disso esta autora é maravilhosa!

Diana Barbosa disse...

Pois por vezes as traduções deixam a desejar mas apesar disso esta autora é maravilhosa!

fatumelo disse...

Adoro esta autora ja li tudo dela agora e só esperar ,,,por mais ,,,,